Final de ano: 5 dicas para dar jeito na papelada

20:54 Renata Becker Wentz 3 Comentários

Final de ano chega e é sempre a mesma história: organizar, revoar e fazer uma limpa nos documentos e contas de casa.Mas se você acha que esta é uma tarefa fácil, não se engane! Tem que prestar bastante atenção no que você vai jogar fora e onde vai guardar cada documento ou conta para mais tarde não ficar desesperado procurando!
Por isso, selecionei 5 dicas para facilitar na hora da organização:

Crie uma pasta anual
Se for uma pasta tipo fichário com plásticos, melhor ainda! Tenha sempre as contas do ano (do mês que já passou ou dos que vão vir) em um mesmo lugar. O que é do ano passado ou retrasado pode ser guardado em uma caixa fora do alcance.

Separe por mês
Além de criar uma pastinha anual, a dica que dou é separar as contas por mês e não por tipo (luz, água, telefone..). Antigamente nós separávamos por tipo e quando precisávamos de algum conta tinha que ficar vasculhando. Agora separamos por mês: tudo que foi pago no mês X está em um plástico, independente do tipo de conta. Aprendi isto na empresa que trabalho e acho que fica muito mais organizado. (Exemplo abaixo)


Não acumule
Se você tem um lugar para guardar as contas, seja uma pastinha ou caixa organizadora, guarde-a na hora! Não fique acumulando várias para depois guardar. No fim, tudo acaba virando uma baita bagunça, você já não sabe mais o que é conta paga, o que é conta a pagar, o que é documento.....separe e guarde logo cada um no seu lugar! É uma dica óbvia, mas digo por experiência própria. Sempre tenho preguiça de guardar logo mas depois na hora de organizar perco mais tempo ainda!

Manuais sempre à mão
A gente sempre guarda os manuais de instrução mas quando precisa deles nunca encontra porque está uma bagunça, né? Então facilite sua vida: perfure todos os manuais e coloque-os em um fichário! Você pode até separar por tipo: eletrônico, eletro, etc.

Documentos pessoais
Às vezes ficamos horas procurando o CPF ou pior ainda: o título de eleitor que só usamos de tempos e tempos! Separe uma caixinha pequena e coloque ali todos os documentos pessoais que você acha importante, tais como: CPF, título de eleitor, carteira de vacina, carteira de trabalho, passaporte, fotos 3x4, cartão do PIS, etc. Sempre que você precisar de algo é só ir direto nesta caixinha! Dica: tenha sempre cópia de todos seus documentos também.

Mas mesmo mantendo tudo organizado chega um momento que nem temos mais onde guardar tanta conta! Você sabe por quanto tempo devemos guardá-las?

CONTA
PRAZO
Água, energia, telefone e demais contas de serviços essenciais
declarações devem ser conservadas por cinco anos.
Condomínio
declarações de quitação do pagamento do condomínio não devem ser inutilizadas durante todo o período em que o morador estiver no imóvel.
Consórcio
declarações devem ser guardadas até o encerramento das operações financeiras do grupo.
Seguro
proposta, apólice e as declarações de pagamento devem ser guardadas por mais um ano após o tempo em que ele estiver vigorando.
Convênio médico
proposta, contrato e a(s) declaração(s) referente(s) a, no mínimo, os 12 meses anteriores ao último reajuste devem ser guardados por todo o período de contratação.
Mensalidade escolar
declarações e contrato devem ser guardados pelo período de cinco anos.
Cursos livres
declarações e contrato devem ser guardados pelo período de cinco anos.
Cartão de crédito
declarações devem ser conservadas pelo período de um ano.
Aluguel
o locatário deve guardar o contrato e as declarações até sua desocupação e consequente recebimento do termo de entrega de chaves, por três anos, desde que não haja qualquer pendência (somente para casos onde haja uma efetiva relação de consumo - contratos entre particulares são de natureza jurídica diferente).
Compra de imóvel (terreno, casa, apartamento)
a proposta, o contrato e todos os comprovantes de pagamento devem ser conservados pelo comprador até a lavratura e registro imobiliário da escritura (somente para casos onde haja uma efetiva relação de consumo - contratos entre particulares são de natureza jurídica diferente).
Notas fiscais
as notas fiscais de compra de produtos e serviços duráveis devem ser guardadas pelo prazo da vida útil do produto/serviço, a contar da aquisição do bem, uma vez que, mesmo após o término da garantia contratual, ainda há possibilidade de aparecerem vícios ocultos.
Certificados de garantia
deve seguir a mesma regra das notas fiscais.
Contratos
contratos em geral precisam ser conservados até que o vínculo entre as partes seja desfeito e, em se tratando de financiamento, até que todas as parcelas estejam quitadas e o bem desalienado.

Conforme o site G1 informa, desde Maio/2010 as empresas de restadora de serviços são obrigada a enviar um recibo de quitação anual, desde que a pessoa esteja em dia com os pagamentos. Mas, eu nunca recebi este recibo, não sei se tem que solicitar e na dúvida continuo guardando.

E vocês, guardam também as contas dos anos anteriores?

Bjo!

Siga nas redes sociais:


Fontes:
Family Handy Man
G1.globo.com

Você poderá gostar desses posts

3 comentários:

  1. Eu e o amor ainda não temos muita papelada, mas sempre separo os papéis necessários dos que não iremos precisar e jogo fora pra não acumular. Beijos.

    kel-rafacasados.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi Raquel!!!! Mas é bom começar a guardar e separar direitinho desde o inicio, quando vê, já tem um monte :)

      só guarda o q for útil...bjo!

      Excluir

Obrigada pelo comentário. Será lido e respondido :)