Desapegar: é preciso praticar para conseguir

17:38 Renata Becker Wentz 0 Comentários

Oi pessoal! Se tem uma coisa que eu demorei para aprender na vida é desapegar. Eu não sei vocês, mas sempre tive muito valor sentimental pelas coisas, só que eu aprendi a desapegar e sei que vocês também conseguem!

Eu sempre fui muito acumuladora de coisas, sempre guardei tudo pensando que, um dia quem sabe, eu poderia precisar daquilo. Mas, muitas coisas ficaram guardadas e esquecidas e nunca usei. Quando nos mudamos do apartamento para a casa, vi que eu tinha muita tralha (tralha mesmo!) e deixei elas guardadas em caixas para quando precisar.


Resumindo: algumas coisas ficaram em caixas por mais de 2 anos e eu nem senti falta! Depois disto, me bateu uma crise na consciência e pensei "quanta coisa boa está guardada aí e que poderia ser utilizada por outra pessoa?!". A partir daí comecei a fazer faxinas mensais, semanais, diárias! Selecionando coisas que não uso e que podem ser boas para outras pessoas.

No início é difícil, eu confesso. Você pega o objeto, pensa várias possibilidades de usar ele em vez de doar mas no fim, percebe que não vai usar. Então, o melhor a fazer é desapegar mesmo. Se você sente uma pontinha de culpa por fazer isto, doe para alguém que você sabe que vai cuidar e vai valorizar aquele item. Ou, melhor ainda: doe para algum brechó beneficente. Você vai ver que o sentimento de doar algo e saber que está ajudando alguém com isto, não tem preço!


Tudo que eu tenho em bom estado eu envio para o brechó de uma ONG de cães aqui de São José/SC. Na verdade o grupo é formato por algumas voluntárias que decidiram ajudar cães de rua e abandonados. Elas cuidam deles, vacinam e depois procuram um lar para eles. Com o dinheiro do brechó elas compram ração, vacinas e tudo que eles precisam.
Depois disso todo dia eu comecei a encontrar algo para doar, seja roupa, objetos de decoração, etc. Afinal, a gente enjoa das coisas, né! E acabamos percebendo como temos coisas que não precisamos, acabamos acumulando "tralhas" que só atrapalham nossa vida.

Pense bem se aí na sua casa tem alguma roupa ou objeto guardado que você não usa mais e tem pena de doar. Pense qual o verdadeiro motivo de ter isto guardado. Pense também, como este objeto poderia ser útil para outra pessoa.

Ah, quem é daqui da Grande Florianópolis e quiser ajudar o brechó dos cachorrinhos, é só entrar em contato pelo Facebook aqui ou aqui.

Bjo bjo

Você poderá gostar desses posts

0 opiniões sinceras:

Obrigada pelo comentário. Será lido e respondido :)