Como definir seu estilo na decoração? #5

11:31 Renata Becker Wentz 0 Comentários

Oi gente! Chegamos ao final das nossas dicas de como definir seu estilo na decoração e para este último post deixei um assunto complicado: optar pelo caro ou mais barato?

Antes de trazer a última dica, quero saber se você conferiu as 4 primeiras, olha só:

Só para resumir, já falamos sobre descobrir qual o seu estilo pessoal antes de decorar a casa, se é melhor optar por uma decoração com tons neutros ou então abusar das cores, se é melhor seguir as tendências que ditam moda e também algumas ideias de como montar um mural de inspirações.

#5 Optar pelo mais barato ou não

Decorar uma casa não é tarefa fácil pois você precisa levar em consideração muitos fatores antes de colocar a mão na massa e um deles (ou principal) é o investimento.

Quem mora em casa alugada geralmente não quer gastar muito com móveis ou decoração já que poderá sair dali logo, logo. Já quem tem sua casa própria (como eu) pode não saber como decorá-la já que teoricamente vai permanecer ali por um bom tempo e acaba dando um certo receio de fazer algo e não gostar.

Quando falamos em investir na casa realmente queremos gastar o dinheiro com algo que valha a pena e que dure por uns bons anos, seja nos móveis ou na pintura, reforma de cômodos, etc. Mas, por outro lado, nossos gostos mudam, as tendências de decoração também e pode ser que algo que você comprou há algum tempo atrás não combine mais com você.

Mas e aí, vale a pena pagar caro por algo?

Vale, quando você quer algo que dure mais tempo. Exemplo do que vale investir uma boa grana:

. eletrônicos / eletrodomésticos: você não vai trocar eles como quem troca de roupa, né. Enquanto eles estiverem funcionando, não há necessidade de trocá-los, desde que estejam em bom estado. Para não errar na escolha, opte por tons neutros e siga um padrão: se comprou algum de inox, tente comprar todos os outros de inox também. Quando se trata de coisas menores, tipo batedeira, fica legal investir em alguma colorida para decorar a cozinha, desde que você tenha certeza desta escolha.
. móveis planejados: para quem gosta de padrão e não precisar ficar escolhendo móveis nas lojas, os móveis planejados são uma boa saída mesmo que mais caros. Há também a possibilidade de escolher móveis neutros com alguns detalhes coloridos para sair do comum mas lembre-se que eles irão durar muito tempo, será que você não irá enjoar?
. obra de arte: para quem gosta de artes, quadros, esculturas, etc vale a pena investir um dinheiro nisto. Além de ser de melhor qualidade do que produtos mais baratos, uma obra de arte embeleza todo o ambiente, sem necessidade de enchê-lo com outra decoração.
. reforma: lidar com pedreiro, reforma, pintura, etc necessita de cuidados e atenção. É muito melhor você pagar mais caro por um serviço que sabe que é de qualidade do que optar pelo mais barato e duvidoso. Afinal, a reforma depois de feita não há como consertar, somente fazendo outra reforma.
Por outro lado, tem o time dos que preferem pagar mais barato e economizar o suado dinheiro (como eu!). Exemplos do que vale a pena pagar barato:

. pôsteres e quadros: se você não é uma pessoa exigente, pode muito bem imprimir pôsteres de graça da internet e comprar molduras prontas. Quer uma ideia mais barata ainda? Cole o pôster direto na parede, fica bem casual.
. móveis baratos: claro que a gente não gosta de comprar aqueles móveis mal feitos ou que parecem feitos de papel, mas qual é a sua real necessidade? Se você quer algo provisório ou que será trocado em breve em caso de mudança, estes tipos de móveis quebram um galho. Outra ideia bacana é dar uma cara nova para estes móveis pintando ou reformando com papel contact.
. faça você mesmo: claro que esta ideia merece entrar aqui pois ela ajuda E MUITO a economizar na hora de decorar a casa. Você mesmo pode inventar decorações ou móveis como, por exemplo, o baú que fiz com um armário aéreo, o cesto organizador feito com papelão e corda, a cozinha que reformei com papel contact preto e também os pés de pallet que transformei na palavra HOME.

A tarefa de hoje é:
Analise o que você já tem e faça uma lista com o que você quer comprar ou mudar na sua casa. Faça orçamentos, não feche com a primeira loja que visitar e se for pagar à vista, pergunte se tem desconto. Antes de comprar, faça uma reflexão se vale pagar mais caro ou não pelo que você necessita.


Espero que tenham gostado desta série e que ela tenha ajudado vocês mesmo que for só um pouquinho. Me contem o que acharam!
Bjo bjo

Você poderá gostar desses posts

0 opiniões sinceras:

Obrigada pelo comentário. Será lido e respondido :)